Maio 12

VESTIDOS INDISCRETOS, BARBA FEITA DE SURPRESA E UMA AUSÊNCIA MARCANTE: ASSIM FOI O ANIVERSÁRIO DOS REIS DA NORUEGA

O esplendor do 80º aniversário dos reis da Noruega se resumi a um evento recheado de historias que fizeram esse encontro de  realezas  em um evento que será lembrado por anos.

Oslo com tochas marcando o caminho de volta para o palácio. Assim foi a última surpresa que os reis Harald e Sonia  viveram nestes dois feriados de seus 80º aniversários. Dias que viveram com os amigos e reis na companhia de civis do próprio país e nas proximidades Finlândia e Islândia. Entre tais exaltação, não poderia faltar umas historias suculentas.

Maio, não é sinônimo de temperaturas quentes do norte da Europa e em Oslo teve frio e chuva. O gesto da rainha Sonia, olhando para o céu antes do mini-cruzeiro pelos Fiordes, era um poema. Não foi o único. Até o príncipe Daniel da Suécia, que controla suas ações como um figurante de novela, não podia deixar de surpreender na expressividade da convidada que seria a protagonista na varanda do palácio no primeiro dia das celebrações, “a mulher de vermelho”. A prima da esposa do príncipe Haakon e  de muitos outros membros da realezas presentes

Se Desiré Kogevinas queria entrar para a história, ela conseguiu!. Saiu nas primeiras paginas dos jornais. E não foi somente pelo sorriso farto ou pelo vestido vermelho levinho que figurou na varanda enquanto outros convidados foram cobertos com casacos de peles.

E vestido vermelho foi o que menos importou, porque a roupa interior não pareceu ser parte de seu guarda-roupa naquele dia. Esse detalhe foi o centro das atenções não só por seu gestos excessivos do sorriso, mas também para seus mamilos que pelo frio ficaram marcando o vestido, sem falar na tiara de ouro colocada no mais estilo anos vinte.

 

Mas quem é essa que compartilhou a varanda com os herdeiros da Suécia, os príncipes Victoria e Daniel e o casal presidencial na Finlândia? Tem ascendência real, e vai fazer 40 anos em setembro,  vive na Suíça e seu pai é grego, por isso o uso de uma tiara louro e vestido de decote assimétrico no mesmo estilo. Desiré é também  filha de Princesa sueca Madeleine Bernadotte, do segundo casamento com Nicos Eletherios Kogevinas- e neta do príncipe sueco Carl Gustaf Oscar Fredrik Christian que morreu em Málaga e era o irmão da rainha Astrid de Bélgica e tio do rei Harald. Vamos, Desiré estava cercada por primos surpreendidos por sua frivolidade. Talvez seja por isso não foi vista na recepção do Oslo Opera House.

 

JANTAR NO PALÁCIO

A noite foi das tiaras mas também de emoções, beijos, surpresas e, acima de tudo, pelos discursos. Rainha Sonia fez um logo depois a rainha Margherita fez outro, mas o rei era o mais animado depois de começar com um sentido: “Dentro de cada pessoa idosa existe um jovem que se pergunta o que aconteceu …”.

Os filhos dos homenageados, Marta Luisa e Haakon, também disseram  algumas palavras. Embora não tenha sido surpresa o que ele falou , mas pelo que ele fez durante o discurso o então barbado herdeiro sumiu no badalar do relógio e de volta ao seu posto minutos depois com a rainha Silvia completamente sem barba. Será que o feito foi  uma promessa à rainha Sonia ou uma brincadeira para animar a noite?

Reina Letizia não foi a Noruega, mas foi lembrada. O cabelo estilo Rita Hayworth que usou Máxima e Mary para a gala na Ópera; no vestido reto que usou Mary,  com decote de renda guipur  brincos extra longos e batom vermelho fizeram de Mary da Dinamarca ser a diferença junto com sua  obsessão, de colocar um pequeno cinto em todas suas roupas. Por que, Mary? para que o cinto de veludo na concepção Max Mara que estragava a assinatura original?

 

Os outros convidados, observando que a rainha Margaret que esta a cada dia mais parecida com a escritora dinamarquesa Karen Blixen, autora de Memórias da Africa. Pelo menos nas cenas  do filme interpretada pela  Meryl Streep. Marta Luisa mostra que o divórcio só fez bem e esta a  cada dia é mais colorida, mais amigável e mais bem vestida.

Sofia da Suécia não se  assustada diante dos sobrenomes nobres, gravida e linda  segurou o braço do marido. Sophie, condessa de Wessex, esposa do filho mais novo da rainha Elizabeth II, mostra que esta sempre disponível para representar a família, e tornou-se uma importante embaixadora para  os Windsor.  desfilou por Oslo lindos vestidos da esplêndida Suzannah, casa de moda de Londres, com grande sorriso e uma melhor atitude e sua melhor  jóia.

Principes Sofia e Carl Phillp da Suecia

Sophie, Condessa de Wessex

 

AUSÊNCIAS

Charlene  não foi. Ela teve que ficar no Principado para incentivar Mónaco, na disputa para as semifinais da Liga dos Campeões  contra a Juventus de Torino? O time Italiano ganhou, pelo que talvez foi a tristeza que impediu da princesa de Mónaco de participar da segunda sessão das festividades com o marido. Também não foi a princesa Laurentina , a única ausência da família holandesa. Ela ficou para proteger o reino? Até seu marido, o príncipe Constantin, e a cunhada Mabel desfilaram pelo palácio norueguês.

 

 

E no último minuto, finalmente, foram as reis, Juan Carlos e Sofia. Eles foram representando a família real espanhola na homenagem que o governo norueguês ofereceu aos reis.

Essa foi também a noite do Sofias e mulheres brancas. Como noivas Marie da Dinamarca, Suécia e Sophia da Grécia Tatiana grandioso, espetacular no irmã Marie Chantal, que está ficando menor, apesar da Valentinos que levou à Noruega vestida. Não foi sua melhor escolha. Se a sua tiara, grande, não pertence a nenhum dos bens do Estado e é seu, que é multimilionário e pode ser comprado jóias.

 

CRUZEIRO PELO FIORDOS

O mini-cruzeiro anterior para a segunda noite de gala foi caos styling com exceção da Victoria de Suecia sempre correta. O resto era uma bagunça: saltos, botas com tachas e sapatilhas Chanel. O rei aniversariante de gravata e o que falar da camisa para fora da calça, do  rei holandês. E evidente que, Maxima não controla o stylist.

A rainha aniversariante de sapatilhas, apesar de serem Chanel, parecia emprestada de sua filha mais velha.  Ela toda parecia uma propaganda da marca francesa: terninho, bolsa … Realmente é o mais adequado para um cruzeiro? Seu marido, que perdeu a dignidade real quando tirou a gravata , surpresa para Nicolás da Grécia vestido de farda.  “E a Mulher de Vermelho” foi toda de preto no cruzeiro. Uma verdadeira roqueira.

Resumindo , todos felizes . O rei que beija sua rainha para fotografias,  convidados no barco, através da cumplicidade dos monarcas escandinavos e os desejos do rei Harald: “Cada dia é um presente que nunca devemos ficar sentados. Sempre existe uma oportunidade para fazer o bem. ”

Realmente não podemos falar muito da moda real. Vimos poucas novidades nos modelos. O que falar da homenageada de  verde limão, no melhor estilo color block, mas que so a soberana da Inglaterra pode usar e ficar bem!   Muitas convidadas repetiram vestidos, foi o que fez Máxima da Holanda. E Mabel que usou o mesmo na cerimonia de coroação de seu cunhado. Marta Luisa repetiu nos 2 dias. E tambem Silvia, Victoria e Sofia da Suecia.  Matilde da Belgica repetindo um Armani vermelho que usou para receber os reis da Jordânia ao seu país. Mais uma vez ela  foi sempre perfeita. Todas mostrando que não tem problema em repetir roupa.